CAMAÇARIPOLÍTICA

Deputado federal Nikolas Ferreira recebe título de cidadão camaçariense e erra gentílico da cidade durante discurso

Deputado Nikolas Ferreira é homenageado em Camaçari e vira chacota na internet

nikolas ferreira camaçari
Imagem: TV SENADO

O deputado federal mais votado do país nas últimas eleições, Nikolas Ferreira, foi agraciado com o título de cidadão camaçariense em uma cerimônia realizada no Teatro Cidade do Saber, em Camaçari, na Bahia, na noite desta sexta-feira (9).

Indicação do vereador Manoel Filho marca a entrega do título

A indicação para a concessão do título ao deputado partiu do vereador Manoel Filho, membro do partido PDT e representante da bancada evangélica na Câmara da cidade. A homenagem reconheceu algo não especificado e a representatividade política de Nikolas Ferreira no país.

Equívoco no discurso gera repercussão nas redes sociais

Durante seu discurso de agradecimento, Nikolas Ferreira cometeu um equívoco ao pronunciar o gentílico da cidade. Em vez de dizer “camaçariense”, o deputado se referiu aos habitantes de Camaçari como “camaciriense”. Veja o vídeo:

Redes sociais reagem ao erro e questionam motivo da homenagem

O erro no discurso de Nikolas Ferreira provocou reações nas redes sociais, com muitos internautas ridicularizando o deputado pelo equívoco. Além disso, surgiram questionamentos sobre a justificativa para a concessão do título, já que o deputado nunca havia visitado a cidade. Esses questionamentos geraram debates acerca da relevância da honraria.

Ausência do prefeito Elinaldo desperta especulações

Outro fato que chamou atenção na cerimônia foi a ausência do prefeito Elinaldo. Essa ausência alimentou especulações de que o prefeito teria evitado comparecer à cerimônia para evitar críticas relacionadas à concessão do título a Nikolas Ferreira.

A entrega do título de cidadão camaçariense ao deputado federal Nikolas Ferreira marcou a noite na cidade baiana. Embora o momento de homenagem tenha sido especial, o equívoco no discurso e as repercussões nas redes sociais levantaram questionamentos sobre a importância e os critérios envolvidos nessa concessão. Além disso, a ausência do prefeito Elinaldo trouxe ainda mais curiosidade e especulações sobre sua posição em relação à homenagem.

Vitor Pavanelli

Jornalista - Sócio-Proprietário. contatovitorpavanelli@outlook.com

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo