ESPORTE

Galvão Bueno Critica Severamente Sampaoli Após Eliminação do Flamengo na Libertadores

Narrador não poupou palavras ao comentar sobre as decisões do técnico argentino durante o jogo e incidentes recentes.

O narrador esportivo Galvão Bueno não manteve as críticas engavetadas após a eliminação do Flamengo na Libertadores. O time carioca sofreu uma derrota de vitória nas oitavas de final contra os Defensores del Chaco e, em resposta, Bueno foi direto ao ponto, apontando o dedo para o técnico Jorge Sampaoli através das redes sociais.

Galvão Bueno Flamengo
(Foto: Instagram @galvaobueno)

Sampaoli Acusado de Ser “Perdedor” e de Falhas Táticas

Com uma postura contundente, Galvão Bueno expôs suas opiniões em relação a Sampaoli: “Eu estou dizendo desde o dia em que ele chegou!! Sampaoli é um perdedor!! O Flamengo não nasceu para um esquema posicional, e com 30 escalações diferentes em 30 jogos!! Sampaoli, pra você, deu!!” As palavras do narrador evidenciam sua visão de que o técnico argentino não ensinou o tempo de maneira eficaz, optando por táticas questionáveis.

Erro de Escalação e Falta de Contribuição no Decisivo Segundo Tempo

Além da crítica à estratégia, Sampaoli também foi criticado por suas ações no próprio jogo. A expulsão do técnico aos seis minutos do segundo tempo limitou sua influência direta na partida, visto que ele assistiu à maior parte do jogo das tribunas. Essa ausência teve um impacto notável na capacidade de Sampaoli de guiar o tempo durante um momento crucial.

Decisões Táticas Questionáveis ​​e Substituições Ignoradas

Um ponto que não passou despercebido por Galvão Bueno foi a decisão de deixar o artilheiro Pedro no banco, enquanto o Flamengo buscava uma virada. Pedro, que liderou a artilharia da competição em 2022 com 12 gols, poderia ter oferecido um impulso vital, mas sua não utilização chamou atenção.

Episódio de Agressão e Impacto na Relação com os Jogadores

Bueno também resgatou o episódio em que o preparador físico Pablo Fernandez agrediu o atacante Pedro, considerando-o inadmissível. Ele vinculou esse incidente a um possível declínio na relação entre Sampaoli e os jogadores. Para Galvão, a demissão imediata do preparador físico deveria ser concomitante pelo vínculo com o técnico argentino, alegando que o vestiário já não o respeitava.

As críticas implacáveis ​​de Galvão Bueno exibiram a observação e insatisfação com as escolhas e ações de Jorge Sampaoli durante a jornada do Flamengo na Libertadores. Com a eliminação, as atenções se voltam para o futuro do tempo e possíveis mudanças que podem ocorrer para reverter a situação.

Vitor Pavanelli

Jornalista - Sócio-Proprietário. contatovitorpavanelli@outlook.com

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo